Carol faz 4 meses

Tem coisas que a ciência explica e prova, mas que são difíceis de acreditar... uma delas é a capacidade do bebê enxergar ainda aos poucos meses de vida, ou melhor, não enxergar.

Aos 4 meses de vida os bebês conseguem enxergar até uma distância de 25 centímetros, jura mesmo? Se não enxergam então tem um ouvido e um olfato bem apurado, porque a Carol percebe a presença dos papais de longe...

Já contei aqui que o papai é daqueles cheios de brincadeiras, beijos, cheiros, apertos e, se no ensaio anterior em que a Carol tinha poucos dias ela ainda não entendia direito o que representava tudo aquilo, agora já crescidinha com 4 meses, ela já conhece bem o tipo de papaizão que ela tem... se derrrrrrete por ele e, é ele mesmo quem arranca os maiores sorrisos dessa pequena!

Mamãe já é mais cuidadosa, carinhosa, se preocupa com a roupa, o laço, o bem estar dela, tenta fazê-la tirar um cochilo pra ficar bem disposta para as fotos, mas daí que o papai fanfarrão chega falando alto e começa a brincar com a Carol e o sono, durou 30 segundos...

E vou dizer uma coisa pra vcs papais, vai ser assim meio que a vida toda....rs

A mamãe se preocupa com as necessidades básicas, sempre vai sair com uma bolsa lotada de fraldas, lencinhos, troca de roupas, água, suco, mamadeira, vai se preocupar com a soneca, com o barulho, com as luzes, com o conforto, vai negar programas se achar que não são adequados para sua bebê, vai gostar de ficar em casa apenas contemplando sua perfeita criação... enquanto o pai, ahhh, o pai vai levar a Carol pra passear e não vai lembrar de levar nada, se der ele compra uma água em algum barzinho. Fralda? "Não precisa, ela nem costuma fazer cocô esse horário" e ele vai levá-la para lugares que podem não ter nenhum brinquedo, mas ele será a maior diversão dela!

Os pais tem esse lindo instinto, o da diversão, de trazer alegria e diversas brincadeiras para a vida delas e não existe nada mais gostoso do que ver, em breve, ela fazendo penteados no cabelo dele e ele comendo as comidinhas que ela preparar.... é essa junção de pai e mãe, são essas diferenças que fazem a vida das nossas pequenas ser tão enriquecedora!

A Lu e o Edu que são lindamente apaixonados um pelo outro e o resultado não poderia ser diferente, uma boneca linda e feliz!


















13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo