Martin faz 1 ano

Hoje o post é sobre a comemoração do primeiro aninho de vida do Martin mas também vou falar um pouquinho sobre as vovós.

No meu último post que também foi da comemoração de 1 aninho da Sofia eu falei sobre a família apaixonada e hoje o sentimento é o mesmo, um papai apaixonado (e o grude do Martin) e uma mamãe que a todo tempo beijava o Martin e dizia: "você sabia que eu te amo muito?"; "eu te amo muito" ; "ahh como eu te amo".

Eu acho que essa é a síndrome do primeiro ano rsrsrs, a alegria de ter vencido o primeiro ano de vida de desafios e medos, a emoção de ver seu pequeno vivendo tantas aventuras e descobertas e ao mesmo tempo sentir que o bebê fica cada dia mais gostoso, mais gorducho, mais esperto, mais cheio de personalidade e sorrisos e caretinhas.... Mas vamos lá... em um determinado ponto da festa, o papai Lucas estava com o Martin no colo e eu ouvi alguém dizendo pra ele: "larga o osso", eu não sei ao certo quem disse isso mas essa é uma frase típica dos avós rsrsrs.

Eles querem o neto para eles, lógico, a frase deveria ser "dá esse osso pra mim que eu quero agarrar ele", mas a verdade é que em 99% dos aniversários de primeiro ano que eu registro, os bebês SÓ querem os pais, sim, eles querem aquele cheiro que eles já conhecem desde o primeiro dia de vida, aquela voz do papai que eles conhecem desde a barriga (e nesse caso o vozeirão do papai é ainda mais encantador), eles querem o colo da mamãe que tem aquela batida do coração que eles ouvem desde que tinham 2 cm, não poderia ser diferente, pai e mãe são nosso maior significado de amor e proteção!

E as vovós ficam tristes... me lembro de quando minha filha tinha 8 meses e minha mãe chegou em casa e quis pegá-la no colo e minha filha chorou. Minha mãe chorou junto: "ela não lembra mais da vovó "...

Hoje, minha filha tem 7 anos e quando eu falo: "filha, hoje você vai dormir na vovó e...", eu não consigo nem terminar a frase e ela já foi arrumar a mala pra ir.

Ela AMA! Na casa da vó ela pode tudo, ela é mais mimada do que nunca, ela ganha massagem do vovô, volta cheia de bijuterias que a vovó deu, toma banho de banheira e brinca com todos os potes que a vovó tem, faz poção mágica com os shampoos, come os doces que quer, assiste quanta TV ela quiser...

Isso é casa de vó!

E muito em breve será o Martin curtindo cada segundo das vovós... muito colo, carinho, doces, presentes, a vovó Mara vai levá-lo na papelaria e deixar ele escolher tudo que ele quiser enquanto a vovó Andréa vai fazer uma noite deliciosa do pijama com cabana e tudo! Ahh, terão tantas coisas pra viverem ainda e os papais terão muitos vale-nights pra aproveitar.

Por isso vovós, não tenham pressa... tudo tem seu tempo! Deixa papai e mamãe com o osso deles, deixa eles aproveitarem cada minuto desse grude delicioso que é saber que eles são tudo que o Martin precisa.

E pra você Martin, desejo uma vida intensa de alegria, diversão, brincadeiras e muito amor (esse eu já percebi que nunca irá lhe faltar).


































63 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo